A cor da gengiva e a saúde do seu Pet

14/06/2019
por Renata Brunelli
A cor da gengiva e a saúde do seu Pet

A principal preocupação de um tutor é a saúde do seu Pet. Mas, como identificar os sintomas que acusam alguma patologia? A mudança de comportamento pode ser um indicativo, mas a coloração das gengivas também é utilizada pelos especialistas para identificar possíveis doenças. 

Lembre-se de verificar a cor das gengivas quando o cão estiver saudável. Cada cão pode apresentar uma cor diferente, e quando ele tiver alguma doença ou deficiência, as cores podem variar de tom. Por isso, não espere que seu cão fique doente para saber o que pode estar ocorrendo, e saiba qual a cor que as gengivas dele têm antes que algo ocorra.

Comprove que a cor não está alterada. Nem sempre as gengivas têm que estar brancas para nos dizer que algo está errado. Podem simplesmente baixar um ou mais tons, elas costumam empalidecer por alguma causa.

Veja se há manchas. Alguns cães apresentam algumas pequenas manchas de cor marrom nas gengivas e na língua. Não se assuste, isto é normal. O estranho seria que nunca as tivesse tido e de repente elas aparecessem. Por isso, é necessário conhecer muito bem as gengivas de seu animal de estimação.

Em geral, as gengivas que não estão doentes devem estar úmidas e lisas, sem protuberâncias, enquanto as de um cão doente serão rugosas, secas e pegajosas.

Gengivas brancas: quando as gengivas de seu cão estão desta cor pode significar várias enfermidades como anemia, intoxicação e babesiose. Nenhuma destas doenças são mortais se tratadas a tempo. 

Gengivas pálidas: se estão com aparência descolorida, ainda que não estejam brancas, podem indicar hemorragias internas, lesões, pressão arterial baixa ou outras doenças. 

Cor vermelha intensa: se você notar que as gengivas de seu cão apresentam uma cor muito intensa, ele poderá estar sofrendo uma insolação. Isto pode levar à morte se você não agir com rapidez.

Amarelas ou esverdeadas: indicam problemas hepáticos, ou pode significar icterícia, um aumento da bilirrubina que, ainda que não seja grave, também não é normal, portanto é necessário controlar.

Azuis: esta cor é muito perigosa, pois denota falta de oxigênio no sangue, o Pet pode estar sofrendo com alguma alteração cardíaca ou de circulação. Não pense duas vezes, vá ao veterinário com urgência, pois isto poderá causar infarto cerebral ou aneurisma em seu animal.

De qualquer forma, ao perceber qualquer alteração no comportamento ou sinais de alguma doença em seu Pet, leve-o sempre a um médico veterinário.


Banner Blog

Loading...