Cachorro possessivo, o que fazer?

09/08/2019
por Renata Brunelli
Cachorro possessivo, o que fazer?

Você já teve a impressão de que o seu Pet tem ciúmes de você? Não é muito difícil encontrar animais que não gostam de dividir a atenção dos tutores com mais ninguém. Mas será mesmo que eles sentem ciúmes? Segundo especialistas, esse tipo de comportamento está mais relacionado à possessividade.

Diversos aspectos podem levar um animal a desenvolver sentimentos excessivos de posse, desde a forma como foi feita a sociabilização do filhote, até fatores genéticos. Mas, com dedicação e paciência, é possível corrigir e evitar esse tipo de comportamento.

Confira a seguir os motivos que levam um cachorro a se tornar possessivo e como resolver esse problema.

Razões que podem tornar um cachorro possessivo

O comportamento possessivo dos cachorros tem origem em seus ancestrais. Quando viviam livres na natureza, os cães precisavam defender seu território e alimentos de outros predadores para conseguirem sobreviver. Sendo assim, uma das razões da possessividade tem origem genética. Desde filhote, é possível notar que alguns cãezinhos da ninhada são mais dominantes ou submissos, mais medrosos ou mais curiosos, mais possessivos ou mais sociáveis.

Algumas raças são mais propensas a comportamentos possessivos: como o Golden Retriever, Jack Russell, Rottweiler, Cocker Spaniel e, talvez a raça mais ciumenta de todas, o Pinscher.

Outro fator que pode estimular o sentimento de posse nos cães é a forma como são criados. Por exemplo, se o cachorro rosna quando você chega perto de um brinquedo e você se afasta, ele pode entender que com esse comportamento ele irá evitar que alguém tire o objeto dele. Com isso, ele passa a reproduzir esse comportamento cada vez mais, intensificando sua agressividade.

Como evitar que seu cachorro seja possessivo?

A melhor forma de evitar que seu cachorro se torne possessivo é educá-lo desde cedo, inibindo esses comportamentos desagradáveis.

Um bom treino, que serve tanto para filhotes quanto para adultos, é oferecer um petisco para o animal sempre que ele estiver com um osso ou um brinquedo. Jogue o petisco perto do cachorro quando ele estiver relaxado e tranquilo, ao comer ou brincar, em algum momento que ele não rosne ou reaja negativamente à sua aproximação. Não demonstre que você está interessado no objeto que está em posse do cãozinho. Com isso, ele passará a associar a aproximação de outras pessoas como algo agradável e que não representa ameaça.

Não tente retirar à força o objeto do cachorro quando ele está desconfiado. Isso apenas aumentará a insegurança do animal e pode piorar o problema, sem contar que você pode até levar uma mordida.

Para inibir a possessividade em relação a um membro de sua família, utilize a mesma técnica. Ao se aproximar da pessoa de quem ele tem ciúmes, ofereça um petisco quando ele estiver tranquilo. De forma gradativa, aproxime-se mais e mais. Desse jeito ele irá compreender que essa pessoa não representa riscos.

É importante tomar bastante cuidado sempre que for tentar educar um cachorro possessivo, pois eles podem se tornar agressivos de uma hora para outra e acabar machucando seu tutor. Caso precise de ajuda profissional para solucionar esse problema, existem diversos locais de adestramento que fazem parceria com o plano de saúde Meu Pet Protegido, oferecendo descontos e facilidades.


Banner Blog

Loading...