Carnaval Pet: dicas para cair na folia com seu cão

01/03/2019
por Renata Brunelli
Carnaval Pet: dicas para cair na folia com seu cão

O carnaval está chegando e com ele muita folia e bloquinhos de rua. Essa é uma ótima época para viajar ou curtir a cidade ao lado do seu amigo peludo. Alguns cuidados, porém, devem ser tomados para que a festa seja divertida e sem sustos.

Hidratação

Mantenha o animal sempre hidratado com água fresca. Além da água, pode ser oferecido água de coco natural ou suco de fruta, como melancia e melão. Filhotes, idosos e raças de focinho curto (braquicefálicos) devem ter atenção redobrada, pois desidratam com mais facilidade.

Proteção solar

Não, não é frescura, o sol traz riscos para seu Pet, animais muito claros ou com pouca pelagem podem sofrer queimaduras na pele por conta do sol. Por isso vale lembrar a importância de aplicar o protetor solar em seu peludo, e procurar locais com sombra também ajuda bastante.

Asfalto

Muitas das festas e bloquinhos acontecem nas ruas. O asfalto aquece ao longo do dia, podendo chegar até 60 °C no final da tarde. Por isso, verifique a temperatura com o dorso da mão.

Se estiver desconfortável para sua mão, também estará para as patinhas do cão. Não deixe seu Pet correr esse risco, pode haver queimadura nos coxins, aquelas almofadinhas embaixo da patinha.

Evite brigas

Manter o animal sempre na coleira evita muitos problemas. O primeiro e mais importante, é que ele não se perca. O segundo é evitar contato com cães não tão amigáveis.

Sem contar que na rua, os cães querem cheirar tudo e podem pegar coisas no chão. Se ele estiver na guia, você conseguirá ter mais controle e evitar que ele ingira coisas indevidas.

A rua é foco de ectoparasitas (pulgas e carrapatos), por isso, consulte o médico veterinário sobre a utilização de produtos contra esses organismos.

Onde há multidão, sempre há lixo. Por isso, preste atenção em objetos na rua como latinhas e garrafas. Você estará de sapato, eles não, o risco de ferimento é grande.

Música

Fique atento ao som alto. Isso pode irritar os animais e fazer com que eles se estressem, fiquem com medo e tentem fugir.

Evite se aproximar da caixa de som e tenha cuidado com a vibração no corpo e ouvido do animal. Som alto ou com vibração elevada pode causar prejuízos auditivos.

 

Fantasia

Muitos pets estão acostumados com roupinha, mas outros travam e se estressam só de vê-las. Mesmo os animais que têm costume em usar roupinhas, podem ficar incomodados com adereços no focinho, como máscaras, ou na cabeça, como chapéus.

Se perceber que há algum tipo de incomodo, retire a roupa ou adereço e escolha algo que ele aceite melhor.

Respeite os limites

Percebeu que seu peludo está cansado e querendo deitar? O ideal é voltar para casa. Vise sempre o bem-estar do seu Pet. Diversão só é legal quando todos estão felizes!


Banner Blog

Loading...