Como cuidar do Pet no inverno

28/06/2018
por Renata Brunelli
Como cuidar do Pet no inverno

Na estação mais fria do ano, especialistas explicam que os pets precisam de atenção especial. A maior preocupação deve ser com os filhotes e com os animais idosos, que sentem mais frio e têm maior probabilidade de contrair doenças típicas da época. 

É preciso prestar atenção em detalhes como mudança no comportamento, roupinhas, banho e local de dormir. Confira dicas para cuidar do seu pet nesse inverno:

Roupinhas: cães de pelagem longa não precisam de roupa, por mais frio que esteja o clima. As raças de pelo curto até podem aderir à moda, desde que você verifique se seu pet está confortável e realmente está com frio. No caso, escolha uma única peça e observe se ela não limita os movimentos. Aliás, o ideal é que você acostume o animal à novidade aos poucos. E, se perceber que ele não quer mesmo saber de sair vestido, o melhor é não insistir. 

Tosa: se o cãozinho faz atividades regulares e não tem problemas de saúde, mantenha a rotina da tosa. No caso de cães muito idosos ou que ficam ao relento, aproveite a proteção natural do animal e evite tosas muito baixas.

Comportamento: seu animal é sempre muito animado e de repente está quieto e apático. Fique sempre atento às mudanças de comportamento.

Local de dormir: alguns cães, mesmo tendo sua própria casinha, preferem ficar ao relento. Prenda esses animais em locais fechados nos dias de chuva ou frio intenso. Proteja a caminha do pet do frio colocando algum revestimento de borracha ou estrado, evitando o contato direto com o chão. Para os gatos, utilize os arranhadores com toca, eles adoram!

Banho: diminua a frequência de banhos no inverno, os banhos devem ser com água morna e não molhe o animal nos dias mais frios. Seque-o bem após o banho e não deixe que ele saia para fora por, no mínimo, 30 minutos.

Vacinas: as pneumonias são mais comuns no inverno, e nos gatos e cães elas podem ser bacterianas, o que é ainda mais grave. Esteja com as vacinas sempre em dia e evite aglomerações com grande quantidade de animais, a partir do plano Top, Meu Pet Protegido oferece o serviço de aplicação de vacina em domicílio. Para passear, prefira os horários com mais sol.

Exercícios: estimule os cães a fazerem exercícios, o frio é um ótimo período para isso. Em casa, utilize brinquedos. Eles podem comer um pouco mais de ração do que o normal por causa dos exercícios, mas não é necessário um reforço na alimentação, e acompanhar o peso do animal é algo que precisa ser feito em qualquer estação. O sobrepeso é um problema sério que pode causar doenças cardiovasculares e na coluna.

Escovação: aumente a frequência de escovação do animal para pelo menos três vezes por semana. Eles tendem a se lamber mais no frio e acabam engolindo mais pelos, que formam bolas no estômago, o que pode acarretar constipação intestinal nos gatos, conhecida também como “prisão de ventre”. Nos cães, previne a formação de nós que leva a lesões de pele.

 


Banner Blog

Loading...