Como dar remédios para cães e gatos

23/03/2018
por Renata Brunelli
Como dar remédios para cães e gatos

Quem tem animal de estimação sabe o sufoco que é na hora de dar algum remédio. Alguns são mais tranquilos, mas outros dão "um baile" na hora de engolir um comprimido e são capazes de achar o medicamento até no meio de uma salsicha.

Cada tutor tem uma dica diferente para diminuir o estresse desse momento. Mas o que realmente pode e o que não pode para tentar fazer os peludos engolirem a medicação?

Tudo depende do que o seu pet gosta e o que ele deve tomar. É importante verificar com o médico veterinário se o medicamento pode ser cortado ou administrado juntamente com alimentos. Algumas medicações têm especificações e perdem o efeito se partidos ou se a cápsula for aberta. Outro possível impedimento é que algumas medicações devem ser administradas em jejum, com um plano Meu Pet Protegido você tem a opção “Orientação veterinária por telefone”onde um profissional entrará em contato para esclarecer suas dúvidas.

Então onde devo esconder o medicamento?  No caso dos cães, uma das técnicas mais usadas é realmente esconder o comprimido dentro de alguma comida. Segundo especialistas, esta é a solução que mais dá certo.

No entanto, é preciso ter atenção,  além do disfarce não ser sempre eficiente, se o animal perceber que está sendo “enganado” e não ingerir todo o alimento, ele receberá uma subdosagem do medicamento.

Os veterinários também alertam para os riscos de diluir o remédio. "Diluir não é a opção mais indicada, pois cada medicamento tem suas particularidades. Quando diluímos, podemos causar alterações no tempo de ação no organismo", afirma.

Para os nossos amigos felinos, certamente os mais difíceis de medicar, a técnica mais utilizada é colocar o comprimido bem no fundo da garganta, acessando pela lateral da boca, não deixando o pet sentir o gosto da medicação.

Após o procedimento, o dono deve se certificar de que todo o medicamento foi engolido.

Uma das opções disponíveis no mercado para auxiliar nesta técnica são os aplicadores de comprimidos. Eles possuem a ponta de silicone e evitam que o dono precise colocar os dedos dentro da boca do animal.

É importante que o aplicador seja de plástico e com ponta de silicone, caso contrário, pode ferir a boca do bichinho.

Para os medicamentos líquidos, a forma mais recomendada e segura é utilizar uma seringa.

Já existem  farmácias especializadas em medicamentos veterinários, onde o produto é uma forma farmacêutica palatável com o sabor de carne similar ao hambúrguer. Ele tem como finalidade mascarar o odor e sabor amargo dos medicamentos garantindo a adesão ao tratamento.

O mais importante é saber observar nossos bichinhos e nos observar. O melhor método, com maior eficiência, é aquele que não deixa traumas e nem machucados (principalmente nos humanos). Afinal, remédio é algo que se toma inúmeras vezes ao longo da vida.


Banner Blog

Loading...