Como evitar acidentes domésticos com seu Pet

16/08/2019
por Renata Brunelli
Como evitar acidentes domésticos com seu Pet

Independentemente da idade, cães e gatos são bichinhos muito curiosos por sua própria natureza. Assim como ter crianças em casa, quem tem um companheirinho de quatro patas deve ficar sempre atento às travessuras de seu Pet. Acidentes domésticos com animais são mais comuns do que se imagina! 

Os cãezinhos filhotes são bem arteiros e costumam morder ou engolir tudo que encontram pela frente. Já os felinos gostam de se aventurar em locais mais altos para se esconder, e isso tudo pode se tornar um grande risco.  

Exatamente por terem esse comportamento ativo e curioso, os cuidados devem ser constantes. Listamos aqui algumas dicas preciosas para proteger seu amigo:

1- Evite que o Pet transite na cozinha durante o preparo de refeições

Quando você estiver cozinhando, mesmo que seja algo simples e rápido, evite deixar o animal transitando no ambiente. Essa regra vale para o forno também.

O cachorro pode se empolgar quando você estiver mexendo a panela, provocando um acidente onde você pode derramar algo fervendo nele. Você mesmo pode se queimar se distraindo com alguma brincadeira do seu Pet.

Portanto, procure sempre manter o animal em outro cômodo, seguro e preparado para ele, enquanto você estiver cozinhando.

2- Tampe todas as tomadas da casa e não deixe fios elétricos ao alcance dos Pets

Além de manter a fiação bem longe dos enxeridos de plantão, sempre tampe todas as tomadas da casa. Assim você evita que o cachorro possa colocar a sua patinha onde não deve.

Este é um dos cuidados mais importantes que você precisa ter para evitar acidentes domésticos com cães. Afinal, um pequeno contato com a corrente elétrica pode ser fatal, dependendo do porte do Pet.

3- Mantenha o vaso sanitário fechado

Todo mundo sabe que os cães adoram beber água do vaso sanitário. Mas, infelizmente este local é altamente contaminado, e pode gerar diversos riscos na saúde do cachorro.

Quando o cachorro é de porte pequeno ou até mesmo um filhote, esta ação é capaz de distraí-lo e é possível que ele acabe caindo dentro da água, podendo se afogar.

4- Sempre feche todas as lixeiras

Do mesmo modo que você precisa manter o vaso sanitário fechado, você deve também fechar as lixeiras da sua casa. Muitas vezes descartamos materiais que podem ser tóxicos, vidros quebrados e outros objetos que podem cortar ou machucar o animal.

5- Cuidado com os objetos de decoração

Independente de qual seja o seu gosto pessoal, uma coisa é certa: se você quer saber como evitar acidentes domésticos com cães, jamais deixe objetos que possam quebrar ao seu alcance.

Um pequeno enfeite que parece inofensivo pode ser altamente perigoso para um cachorrinho aventureiro.

6- Nunca deixe um produto de limpeza ao alcance do Pet

Esta é uma das regras mais importantes desta lista. Pois o que mais vemos por aí são notícias de Pets que consumiram algum produto de limpeza.

E, às vezes, o consumo nem ocorre por vias de fato, somente o contato do produto com a pele do animal já é o suficiente para causar uma alergia.

Sendo assim, jamais deixe o seu cachorro se aproximar deste tipo de material. E se não tiver como manter os produtos em um local alto, procure manter a porta sempre fechada. E não se esqueça de ficar de olho quando estiver faxinando, o balde com água e desinfetante, por exemplo, pode ser um belo atrativo para seu Pet querer experimentar o líquido.

7- Telas de proteção

Se você mora em apartamento ou possui uma casa com mais de um pavimento, procure instalar telas de proteção em janelas e varandas o mais rápido possível. Pois, muitas vezes, o cachorro não tem noção de altura, o que faz com que ele caia e se machuque, podendo ser fatal.

Sendo assim, antes de deixar o animal transitar nestes ambientes, certifique-se de que toda a segurança está garantida.

8- Utilize portões de segurança

Você pode encontrar em pet shops ou casas de materiais para construção, portões de segurança para dividir os cômodos de sua casa.

Essa é uma ótima opção para evitar que seu Pet transite pela cozinha ou lavanderia, por exemplo. No caso dos cachorros uma pequena cerca já é o bastante para mantê-los longe deste ambiente. O que não acontece com os gatos, é claro.

9- Cuidado com brinquedos pequenos

A gente sabe que dar brinquedos novos para os nossos Pets é sempre divertido. Mas, se você quer mesmo saber como evitar acidentes domésticos com cães, tenha um cuidado redobrado quanto a isso.

Alguns tipos de brinquedos não são ideais para qualquer idade e porte de cachorro.

Se você notar que existem peças muito pequenas, que podem prejudicar o cão e fazer com que ele se engasgue, descarte o produto! Assim você evita acidentes fatais.

10- Fique de olho na sua garagem

Procure sempre ficar atento aos movimentos que acontecem em sua garagem. Não deixe seu amigo transitar neste ambiente, pois se algum familiar, ou até mesmo você, sair de carro, seu Pet pode ser atropelado.

O mesmo vale para o momento em que alguém chega de carro em sua casa. Procure sempre pegar o seu Pet no colo, ou prenda-o dentro de casa antes de a pessoa estacionar o veículo.

Além disso, no caso dos Pets muito pequenos, antes de ligar o carro certifique-se de onde ele está. Muitos cachorros e principalmente gatos, acabam entrando no motor do carro, por pura curiosidade, principalmente quando são filhotes. O motor tende a ser quentinho, o que pode ser bastante atrativo.

Portanto, antes de ligar, antes de sair e antes de estacionar o seu carro, certifique-se onde está o seu melhor amigo.

11- Fique atento às toalhas na mesa

Se você costuma usar toalhas sobre a mesa, fique atento. É possível que em algum momento o cachorro queira puxá-la. Caso haja qualquer objeto em cima, seja um enfeite de vidro ou algo quente, pode cair sobre o animal, provocando um acidente.

Você pode prender a toalha com tachinhas ou algo do tipo, ou usar toalhas mais curtinhas, que ficam longe do alcance do cachorro.

12- Fique atento a dedetizações

Os cachorros são curiosos e colocam qualquer coisa que encontram na boca, apenas com o objetivo de aprender mais sobre tal ingrediente especial.

E o mesmo vale para os períodos de dedetização: os cães podem resolver experimentar aquele farelo que você colocou contra as formigas, ou os grãos que estão ali para disseminar os ratos.

Portanto, se você quer saber como evitar acidentes domésticos com cães, tenha muito cuidado com relação a isso! Fique atento aos locais em que serão colocados os venenos, e certifique-se que o pet jamais transitará por ali, mesmo com a sua companhia.

Por mais que você possa estar junto, seu cachorro pode comer o veneno em uma fração de segundos, e você não quer colocá-lo em risco apenas por não querer limitar os passeios dele pela casa, não é mesmo?

Agora que você já sabe como evitar acidentes domésticos com seu amigo peludo, é hora de colocar em prática nossas dicas. Uma coisa é fato: é melhor prevenir do que remediar. Principalmente ao se tratar da saúde do Pet!


Banner Blog

Loading...