Dica: levando o DOG para passear de carro

06/09/2017
por Felipe Vital
Dica: levando o DOG para passear de carro

No rolê pela cidade, ou na estrada de uma dessas suas viagens, transporte o seu amiguinho de estimação sempre em segurança.

Se você é do tipo de pessoa que tem um “grude” em casa e um copiloto atento no trânsito, vai querer saber quais precauções tomar para que o trajeto de carro com o seu cachorrinho seja sempre alegre e principalmente, seguro.

1 – Tranças ao vento

É muito comum ver por aí a cachorrada com a carinha para fora do carro curtindo um ventinho, apesar disso não fazer nada bem para a audição do animal e ser um risco desnecessário, já que o carro geralmente está em alta velocidade. Sendo assim, evite deixá-lo nessa posição. 

2- Transporte seguro

Transportar o seu cachorrinho livremente pelo carro, mesmo que o seu interesse seja mantê-lo confortável, pode ser arriscado. Já imaginou se você precisa “brecar” o veículo repentinamente, em alta velocidade? Ou se ele vê uma cachorrinha linda na rua e decide pular pela janela em seu encontro? Para evitar qualquer tipo de imprevisto fatal, pesquise na internet sobre “caixas de transporte PET”, ou por ”adaptador de coleiras e cintos automobilísticos”, são itens que vão cuidar da integridade do seu animal enquanto você e ele aproveitam a viagem. 

3- Não queremos surpresas no caminho

Evite alimentar muito o seu cachorro antes da viagem.

O balanço do automóvel pode causar enjoo no animal e você não quer ver o seu banco todo sujo, não é mesmo? A mesma dica é válida para a ingestão de líquidos.

4- Distrações

Enquanto você mantém-se longe de distrações, precisa criar uma distração para o seu cãozinho não ficar entediado, bravo e /ou tentando chamar a sua atenção. Já imaginou ele vai parar no seu colo, bem no foco da sua visão? Bate no câmbio, vira o seu volante, ou impede o movimento dos seus pés, junto ao acelerador e o freio? Tudo é possível! Ao menos que você leve uns biscoitinhos, brinquedos e/ou siga a DICA 2.

5- Leve o documento de vacinação do animal

A ficha de vacinação do seu cachorro é um documento que pode te ajudar com os maiores cuidados de saúde. Além de comprovar o registro de que o animalzinho te pertence, você estará precavido caso precise levá-lo a um veterinário.


6 – Contrate previamente o MEU PET PROTEGIDO

Para qualquer tipo de imprevisto emergencial, você poderá acionar o seu plano MEU PET PROTEGIDO, em todos os estados do Brasil, 24 horas por dia.

Pronto! Agora você já pode embarcar com DOG em segurança.

Façam boa viagem!

 


Banner Blog

Loading...